Amor além de mim

Meu telefone tocou, e como tantas outras vezes, eu não ouvi. Mais um toque, dessa vez no telefone de casa. Olhei para o identificador e não precisei de mais de dois segundos para saber de quem seria aquele número, eu já o conhecia de cor. Peguei meu celular e havia ligações perdidas que eu já imaginava de quem eram. Eu liguei de volta esperando ouvir sua voz, aquela voz que em tantas outras vezes atendia ao telefone rizonha e sempre com uma novidade à espera. Dessa vez, a voz que atendeu, chorava. Não era sua voz, mas era conhecida. Ela repetia coisas que eu jamais imaginei um dia ouvir. Você tinha sofrido um acidente. Eu fiquei assustada, queria saber onde você estava, se você se recuperaria. Até que o golpe final me foi dado: “ela morreu”, me disse a voz. Minha mente se contorceu, eu só repetia a mim mesma: “não, você ainda está aqui, eu posso sentir. Nós ficaríamos juntas até o fim, lembra?”. Eu podia ver nós duas sentadas numa varanda, já velhinhas e rindo das nossas mil e uma aventuras. Eu não podia acreditar, minha melhor amiga, minha prima, minha irmã, a parte mais preciosa da minha vida. Eu não podia acreditar. Sei que uma vez nós já tínhamos tido esse mau presságio, em 2008. Dissemos coisas lindas uma para outra, achando que nos despediríamos. Mas nós passamos por isso também, rindo, felizes.

As imagens começaram a surgir em minha mente, lembranças. Com você eu consegui realizar a maior parte dos meus sonhos e das minhas vontades. Porque era você que sempre esteve ali, me dando forças, me impulsionando. E quem me daria forças agora? Eu ainda podia sentir você. A dor no meu peito machucava e eu desejava que ela me absorvesse em sua imensidão para que eu não sentisse mais nada, apenas dor. A voz no telefone chorava enquanto eu morria por dentro. Eu tentei me acordar, me beliscar, me sacudir. Eu tentei buscar você ali dentro de mim, para que me dissesse que isso não passava de uma brincadeira, como aquelas que você costumava fazer só para ver minha cara de assustada e meu desespero. Você gostava de ver como eu ficava irritada.. e quanta habilidade você tinha!     

Lembro de todas as vezes que íamos nos encontrar, bastava um olhar e já haviam sorrisos. Nos dávamos um abraço e dizíamos: “que saudade prima!”. Lembro, também, de todas as distâncias que a nossa amizade sofreu, cada vez que você se mudava. Lamentávamos, mas, ainda assim, víamos um lado positivo e conseguíamos alegrar a situação. Lembro-me de todas as nossas brincadeiras. Fase por fase. Quando éramos pequenas adorávamos danças, criar coreografias. As viagens para a praia, as tardes incansáveis no mar, os passeios pela vizinhança e pelo mercadinho, sempre comprando docinhos aqui e ali. Os ataques com baratas, que você morria de medo. A viagem pro Salto do Parati, onde fomos picadas por uma espécie muito estranha de formigas que fizeram nossos pés inchar e coçar a noite inteira. Nossos banhos juntas, que o vô insistia em criticar e que a gente nunca entendeu exatamente o porquê. Quando você passou mal, por causa do churros, e quando insistimos em comprar aqueles aviõezinhos de isopor.     

Mais tarde vieram os shoppings, os micos. Lembra aquela vez que você puxou a cadeira, acidentalmente, me fazendo cair de bunda no chão? E seu ataque de riso, logo em seguida, que sempre fazia você ter consequências bizarras? Lembra de todas as nossas viagens juntas? Acho que eu nunca conseguirei contabilizar quantas ao total foram, mas eu lembro de todas as sensações, de como era bom sentir o vento do mar, quando íamos à praia e caminhávamos na beirada, conversando.  

Lembro da nossa ida à Ilha-do-Mel, onde fizemos questão de mergulhar em cada pedaço de água que encontrávamos. Lembro de como era olhar pro seu rosto e ver como ele lembrava o mar, de como seus olhos, de um verde tão claro e lindo que eu nunca vi igual, brilhavam. Lembro de todas as noites que passamos juntas, como aquela que eu levei um susto com a vó e que você, sonhando, me deu um tapa no ombro que eu não revidei. Lembro de todas as vezes que você me acompanhou no dentista. Lembro da vez em que nos falamos pelo telefone e no final eu disse “eu te amo” e você, surpresa e embaraçosa, disse “eu também”.  

Lembro de quando o Bruno e Marrone lançaram a música que levava o seu nome no título, Marianne. A felicidade e o vício que aquela música causou. Lembro-me quando ganhei a promoção pra ir no primeiro Mix Festival de Curitiba, que eu não tive dúvidas ao convidar você pra ir junto comigo. Você me acompanhou na realização do meu maior sonho, sorrindo e me acalmando. Lembro da nossa viagem pro Beto Carrero, de como a gente curtiu aquele dia, querendo todas as emoções radicais possíveis, estourando os limites da adrenalina. Lembro das idas para Guaratuba, das nossas noites, dos perrengues. Do pontinho que a família inteira jogava, que eu nunca vi tanto stress.  E daquele pôr-do-sol que insisti para que víssemos.  

Eu lembro de tudo como se ainda fosse ontem. E são tantas histórias. De como a gente cresceu, enfrentou dificuldades de algumas fases da vida, e sempre juntas. Eu não te considerava minha prima, pra mim era muito pouco perto do que você significava. Irmã também não parecia suficiente, nem melhor amiga. Você era metade de mim, a metade alegre, destemida, despreocupada… Como você me disse uma vez: “você me completa”.     

Apesar da nossa diferença de idade, nós conseguíamos nos encaixar. Era inexplicável o jeito como a gente se entendia. Conseguíamos nos comunicar por olhar, por sorrisos. Você me construiu, nós dividimos uma história que nos fez crescer. Compartilhamos coisas que ninguém é capaz de imaginar, que eram coisas que apenas nós sabíamos e que apenas nós vamos saber e entender. Meu diariozinho ambulante, meu ouro branco, minha loirinha, meu pimentão, meu tomatinho vermelho, minha linda, pri. Tantos foram os apelidos. Tantos foram os sorrisos, as sensações que você me permitiu ter que as palavras não são suficientes e mesmo se eu tivesse a eternidade para escrever, eu jamais conseguiria. Eu tenho tantos agradecimentos a fazer à você, tantas homenagens, tantas coisas que minha dívida será eterna.  

Você levou metade de mim embora com você. Você levou a força e a sinceridade dos meus sorrisos, que nunca terão mais o mesmo sentido que tinham com você. Você foi a melhor amiga que eu tive e eternamente terei. Aquela que inspirava, de longe, confiança, entendimento, carinho, amor e veracidade. Aquela que não deixava perder-me em loucura ou tristeza, que me segurava. Aquela que sempre esteve ali e que eu sei que nunca vai deixar de estar do meu lado.     

Toda vez que eu olhar para o céu eu terei a certeza de que seu sorriso estará ali, estampado como sempre esteve. Mesmo eu não podendo ver, mesmo que o tempo leve a imagem. A sensação sempre vai ser a mesma, o sentimento sempre vai continuar.  

Eu vou sentir falta das nossas ligações de duas horas, das nossas epifanias, devaneios, risadas, micos. Eu vou sentir falta das novas gírias que você trazia, como “meu caneco”. Eu vou sentir falta das nossas conversas, da nossa troca de confidências. Eu não queria viver apenas com a nostalgia. Eu queria continuar tendo você aqui comigo, porque você era uma das coisas mais importantes da minha vida. Mas, se teve que ser assim, eu vou ser feliz pelo resto da minha vida porque sempre vou saber que eu tive e sempre terei um amor sem fronteiras, uma amizade que foi capaz de enfrentar tudo e nunca morrer. Que eu tive, sim, a melhor amiga, prima, irmã do mundo. Que eu tive o prazer de não precisar gastar horas escrevendo em diários, porque eu tinha o meu que escutava, andava, falava, sentia, vivia.    

Eu queria nunca ter que terminar esse texto, talvez eu nunca termine. Eu sempre vou escrever mais histórias, mas dessa vez não vai ser só por mim.  

Vai ser difícil viver sem você, mas eu sei que sempre vou te ter do meu lado, e que um dia te encontrarei. E já que eu não posso mais escutar o som da sua voz, ou sentir sua presença, eu me contento com as palavras, porque é isso que me resta de você além das lembranças, das sensações e dos ensinamentos.  

Enquanto isso, eu vou levar dia após dia, sentindo sua falta, chorando e tentando domar a força dessa dor eterna, mas pode ter certeza que cada passo que eu der não vai ser meu passo, vai ser NOSSO passo.     

Eu te amo, e você sabe que isso nunca vai ser suficiente, mas por ora, é tudo o que eu sei dizer.     

03/10/08: Dizer que admiro e gosto de você é muito pouco, porque uma amizade como a nossa merece mais, merecia ser descrita no infinito para que todos pudessem entender o que realmente ela representa na vida de cada um de nós, não sei se declaro, homenageio ou agradeço. Se eu fosse declarar, diria que sem você em meu caminho não haveria tantas coisas a contar, se fosse homenagear você, gostaria de lhe oferecer o brilho das estrelas e o caminho do calor do sol e você ficaria muito mais consciente desse meu gesto, mas prefiro agradecer, agradecer a Deus por sua amizade, dizer a ele que foi o melhor presente que recebi em minha vida, que você é realmente um ser iluminado que consegue trazer ao mundo um grande carisma e um grande companheirismo, você representa com nobreza a palavra amizade. Obrigada por fazer parte de minha vida!!!     

03/10/08: Amoorr Obrigado por tudo! Obrigado por estar ao meu lado sempre que precisei, nas nossas bagunças, das nossas viagens, das nossas piras, micos, shopping, segredos. Prima vc é a pessoa que eu mais confio nessa vidaa, vc sim saba da minha vida inteiraa! Então nunca esqueça o quanto eu te amo, o quanto eu vou te amar, o amor que eu sinto por vc é maior que eu, não tem como explicar! Só eu sei o que sinto por você! Nunca se esqueça da Loira aqui, aquela que briga xinga, mais eh aquela que ama vc muito e que ver você muitoo bem!! Te amo para sempre meu amorzão!!!     

15/02/09:  Aii achei muitoo lindoo isso!     

Não existe uma pessoa certa pra gente, existe uma pessoa, que se você for parar pra pensar é, na verdade, a pessoa errada. Porque a pessoa certa, faz tudo certinho. Chega na hora certa, fala as coisas certas, faz as coisas certas, mas nem sempre a gente tá precisando das coisas certas. Aí é a hora de procurar a pessoa errada. A pessoa errada te faz perder a cabeça, fazer loucuras, perder a hora, morrer de amor, a pessoa errada vai ficar um dia sem te procurar que é pra na hora que vocês se encontrarem a entrega ser muito mais verdadeira. A pessoa errada, é na verdade, aquilo que a gente chama de pessoa certa. Essa pessoa vai te fazer chorar, mas uma hora depois vai estar enxugando suas lágrimas. Essa pessoa vai tirar seu sono, mas vai te dar em troca uma noite de amor inesquecível. Essa pessoa talvez te magoe e depois te enche de mimos pedindo seu perdão!!!     

04/10/08: Foi com ela que eu dividi as horas mais toscas. Foi com ela que eu cresci. Que eu chorei. Que eu sorri. Que eu sonhei. Que desabafei. Quando estamos juntas tudo, por mais simples que seja, se torna TOTALMENTE especial! São tantas recordações, tantos finais de semana, Que fica difícil definir qual deles foi o melhor. Tipo assim aquelas “AVENTURAS” na madrugada. Idas ao shopping, a padaria “Todos são meus namorados” hehe. Nossas decepções. Nossas teorias de evolução da humanidade. Nossas viagens à praia, Irati, Morretes, Salto do Parati, Itapoá, Itapema. É altas viagens mesmo. Enfim sempre vamos estar unidas uma a outra. Porque você é minha AMIGA , minha PRIMA, a minha IRMÃ , e que eu jamais vou deixar de amar!     

02/10/08:  Se eu morrer antes de você, faça-me um favor: chore o quanto quiser, mas não brigue com Deus por Ele ter me levado. Se não quiser chorar, não chore. Se não conseguir chorar, não se preocupe. Se tiver vontade de rir, ria. Se alguns amigos contarem algum fato a meu respeito, ouça e acrescente sua versão. Se me elogiarem demais, corrija o exagero. Se me criticarem demais, defenda-me. Espero estar com Ele o suficiente para continuar sendo útil a você, lá onde estiver. E se tiver vontade de escrever alguma coisa sobre mim, diga apenas uma frase:-“Foi minha amiga, acreditou em mim e me quis mais perto de Deus!”- Aí, então derrame uma lágrima. Eu não estarei presente para enxugá-la, mas não faz mal. Outros amigos farão isso no meu lugar. E, vendo-me bem substituído, irei cuidar de minha nova tarefa no céu. Mas, de vez em quando, dê uma espiadinha na direção de Deus. Você não me verá,mas eu ficaria muito feliz vendo você olhar para ele. Aconteça o que acontecer nunca esqueça que te amo!     

Eu nunca esquecerei e você sempre vai ser a minha pessoa errada, rs. Quinta-feira, 03/06/2010, às 17:30, eu tive certeza que o nosso amor era além, era eterno. ♥     

"Porque você é minha AMIGA, minha PRIMA, a minha IRMÃ, e que eu jamais vou deixar de amar!"

Advertisements

One thought on “Amor além de mim

  1. Sandrey Bomfim diz:

    – Ela por todo sempre vaai ser NOSSA Loira, nosso anjo *-*. vai estar sempre olhando por nós, e nós protegendo. ela não se foi, ela vai estar sempre com a gente, sempre ao nosso lado. portodos os caminhos, por todas as vitorias, por todas as turbulencias, ela estará com a gente olhando por nós. E por amor, vamos cultivar a alegria que a NOSSA Marianne tinha e sempre vai ter. Por todo sempre Marianne Cristine de Oliveira Bomfim ♥ .

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s