Diga a-deus

Sempre fiquei sem saber o que fazer em despedidas, como me portar o que falar o que sentir. Salvo uma, a sua. Na sua partida as palavras saíram da minha boca facilmente como mísseis pré-programados para te atingir e te fazer cair. Acho que posso dizer que foi o único momento em que fui realmente feliz ao seu lado, também foi o único momento que realmente vi seus olhos, seus profundos olhos azulados. Confesso que me deu pena de velos assim tão solitários e sem esperança, mas eu não estou dizendo que eu sinto muito, ate porque eu senti mais pena de mim mesma todas as vezes que você me maltratava. Pedia a Deus que me tirasse daquele inferno e me desse forças para  conseguir te tirar de minha vida, pois desde o momento em que você entrava em casa até o momento em que eu estava, mais uma vez, absolutamente sozinha eu não podia ser eu mesma, eu não conseguia.  Eu cansei de fingir que não enxergava as coisas que você fazia ou falava, cansei de usar uma mascara para as pessoas pensarem que eu estava feliz ao seu lado. Quem não se cansaria? O tempo todo tendo que bancar a sua baba e ouvir as pessoas dizendo o quanto você não era bom o suficiente pra mim, pode acreditar, cansa. No começo eu achava que com algumas mudanças você seria “o” homem, mas se eu não consegui teu mudar deve ser porque para você eu não era “a” mulher. Acho que no final foi melhor pra mim, no final quem aprendeu mais fui eu. Digo isso porque eu era, desde o começo, a única pessoa que realmente estava na relação, e também porque era a única que me deparava com um elemento inferior e desafiador que me criava situações onde o desespero e o irritamento eram inevitáveis. Como poderia você crescer e melhorar tendo uma pessoa que fazia tudo por você e não te deixava exposto a nenhuma situação problemática? Porém agora, revendo meus atos, percebo que na verdade fui eu mesma que te impedi de crescer. Isso nós nunca saberemos ao certo, apenas se tentarmos outra vez, o que está fora de cogitação, fato. Eu sei bem que você queria, e só não repugno essa idéia por inteiro porque eu adoro o poder que a mesma me proporciona e o rebaixamento que ela te implica. E então era a sua vez de pedir a Deus que te salvasse, de você mesmo, do seu egoísmo, da sua falsidade e do seu lado obscura que só eu conhecia. Se eu nunca fui o que você queria, tudo bem, porque você nunca foi tudo aquilo que eu comentava.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s